Vale a pena visitar a Europa?

0

Todos nós sabemos que a Europa é um continente extremamente famoso. Mas será que é “só” aquilo? Digo, será que o continente abriga apenas museus e coisas “velhas” e antigas?

Claro que não. A Europa é extremamente aconselhável para todos os tipos de públicos, seja a criança ou até o jovem, querendo nights, é só ir

Uma dica que aprendi enquanto visitava alguns lugares na Europa é sobre a popularidade de um estabelecimento, se você quer comer em uma padaria mais próxima, então verifique a fila, quanto maior ela for, melhor será sua comida. na época certa.

Acompanhe esse texto e veja o que fazer na Europa para diferentes públicos. 

Passe um dia chuvoso em Londres dentro de um bar de vinhos do século XIX

Gordon’s é o tipo de lugar que faz você rezar por um dia chuvoso enquanto visita Londres (boas notícias: você provavelmente vai conseguir).

Se você não sabe o que fazer em Londres em 3 (três) dias, conheça o bar de vinhos mais antigo da cidade, fica ao lado do Tâmisa, em Embankment, ao lado do Covent Garden.

Mas este lugar é um bar favorito local – ou seja, como a escadaria é difícil de encontrar,  mantém os turistas totalmente afastados daqui. 

No interior, salas cavernosas com mesas de madeira são iluminadas por velas individuais, formando antros quentes e aconchegantes; e tornando-o exatamente o tipo de lugar que você quer estar em um dia chuvoso.

Recomendo fortemente pedir uma garrafa de cabernet e um prato de Brie e camembert. 

Felizmente, os petiscos desse bar vem também com pão crocante, picles e pastas.

Nas noites de verão, quando a chuva passa, a fileira de mesas onde gente jovem e bonita fica lota o local  ao longo do rio e se tornam as únicas da cidade que importam. 

Esse bar rivaliza positivamente com os pubs ingleses, onde vendem as melhores cervejas sem sombra de dúvidas.

Veja arte na ilha de Varmdo em Estocolmo, Suécia:

Muita gente tem dúvidas sobre o que fazer em Estocolmo, Suécia.

Existem cerca de 30.000 ilhas no arquipélago de Estocolmo, mas apenas uma tem uma galeria de arte como a Artipelag em Varmdo. 

Feito de pinho e parcialmente manchado com alcatrão preto, combina com a floresta. Ao lado de exposições – de William Wegman, Edmund de Waal – os hóspedes podem tomar banho nos rios da floresta, jogar xadrez ao ar livre e seguir um calçadão ao redor da ilha.

A viagem aqui de barco é uma parte central de uma experiência única, também, com sensibilidades escandinavas, incluindo uma apreciação do ar livre, arquitetura contemporânea e criatividade instigante, em exibição.

Veja outro grande museu de Paris

Se a fila serpenteante do Louvre faz você querer correr na outra direção, temos boas notícias: não é a única experiência de arte de classe e padrão mundial na cidade. Em vez disso, dirija-se ao Musée Picasso. O museu abrange a totalidade de uma casa histórica do século 17 no Marais, e quando você não está descendo escadas barrocas ou sentado no pátio de paralelepípedos ensolarado, você está boquiaberto com a cerâmica icônica de Picasso, rabiscos divertidos e várias obras-primas – apenas uma fatia das 5.000 obras que compõem a amada coleção do museu. Imperdível

Pegue um trem no alto dos Alpes Suíços

Pegue o trem de Genebra pelas montanhas, até a bela e glamorosa Gstaad. Você passará por um lago brilhante e luminescente antes de chegar à estação, no alto dos picos e coberto de neve.

Há algo incrivelmente transformador na lenta subida do trem para os céus. Uma vez lá, caminhe até o centro da cidade até o chalé de madeira centenário chamado Olden – lá, jante raclette e vinho tinto onde David Niven, Eizabeth Taylor e Roger Moore costumavam sair para jantar.

Jante em uma caverna de queijos à vontade em Bordeaux

Baud et Millet em Bordeaux é um restaurante com uma adega de queijos anexa, com mais de 100 queijos para escolher. A degustação de queijos à vontade oferece visitas ilimitadas à caverna de queijos e vem com uma salada simples e pedaços de pão. Tudo que você precisa fazer é escolher uma garrafa de vinho da loja de vinhos adjacente, e esta refeição é tão boa quanto possível.

Conclusão: Vale a pena visitar a Europa e suas atrações? 

Com certeza sim. O continente é um local maravilhoso, cheio de atrações imperdíveis e lugares de sonho.

Qual dessas atrações pitorescas você mais gostou? Nadar num rio numa Floresta na Suécia é a que menos eu me identifico, prefiro as experiências enólogas e artísticas que a Europa proporciona. 

Para saber mais sobre viagem e Turismo na Europa acesse o blog da Elizabeth Werneck

 

Artigo Anterior Como Depilar A Virilha Com Lâmina E Não Irritar: 6 Dicas