O que é bom para joelho inchado?

0

Para saber o que é bom para joelho inchado, é importante estar bem atento, uma vez que o inchaço do joelho pode ter várias causas.

Na verdade, se você está com o joelho inchado, a primeira coisa a se fazer é consultar um ortopedista especialista em joelho, a fim de avaliar melhor o quadro e propor o tratamento mais apropriado.

No entanto, para te ajudar a entender o que pode estar acontecendo, vamos mostrar aqui as possíveis causas desse inchaço e o que fazer para desinchar e aliviar a dor!

Joelho inchado: o que pode ser?

Antes de descobrir o que é bom para joelho inchado, é importante saber que se os dois joelhos estiverem inchados, sem nenhuma causa traumática, como um choque ou queda, recomenda-se ir imediatamente a uma clínica ortopedista.

Isso porque pode ser devido a uma retenção de água nos joelhos, em razão de uma insuficiência renal, cardíaca ou mesmo um problema no fígado.

Agora, se o inchaço é apenas em um joelho, geralmente há um aumento de líquido sinovial.

Então, as possíveis causas de inchaço no joelho são:

Sinal de artrose: o joelho fica inchado, dolorido, quente ao tocar e às vezes, apresenta uma vermelhidão;

Artrite: pode ser causada por sobrepeso, queda ou desgaste natural da articulação, ou decorrente de alguma doença subjacente;

Edema: Acontece após uma queda ou choque, e o edema sendo responsável pelo inchaço do joelho, que pode ficar dolorido, mas nem quente ao tocar nem com vermelhidão;

Infecção do joelho: Pode haver uma infecção no joelho, o que provoca o inchaço, dor e normalmente com febre;

Outras causas

Bursite: a inflamação da bursa do joelho pode ocorrer pelo excesso de líquido entre os músculos, tendões e pele;

Gota: Provocada por depósitos de cristais de ácido úrico na articulação;

Lesão no menisco: geralmente o inchaço é na parte lateral do joelho, que pode vir acompanhado de dor ao caminhar, entrar no carro ou subir e descer escadas;

Lesão nos ligamentos: quando há um rompimento dos ligamentos do joelho também pode causar inchaço na região do joelho;

Cisto de Baker: é um pequeno nódulo que se desenvolve na parte posterior do joelho, que além da dor e rigidez ao se movimentar, pode deixar o joelho inchado;

Luxação na patela: no caso de luxação ou fratura da patela, além da dor e deslocamento da patela, o joelho pode inchar.

Como você viu, o inchaço no joelho pode estar associado a uma série de condições, e vai depender justamente disso para definir o que é bom para joelho inchado.

O que é bom para joelho inchado?

Até você conseguir marcar uma consulta com um ortopedista especialista em joelho, veja algumas dicas de o que é bom para joelho inchado:

Ficar em repouso, de preferência mantendo o joelho elevado;

Aplicar gelo ou compressa fria durante 15 minutos, de 3 a 4 vezes por dia; 

Após esse período, aplicar compressa morna;

Fazer fisioterapia ajuda no alívio da dor, assim como os exercícios de alongamento e fortalecimento muscular;

Usar sapatos confortáveis e adequados;

Tentar manter uma dieta equilibrada e perder peso;

Evitar sobrecargas em cima do joelho;

Não fazer qualquer atividade física que cause dor.

Se você conseguir falar com o médico, talvez ele prescreva analgésicos ou anti-inflamatórios, mas nunca tome medicamentos por conta própria.

Lembrando que em casos como lesões nos ligamentos e meniscos, uma consulta com um especialista é fundamental.

Acupuntura funciona para joelho inchado?

Uma pergunta frequente quando o assunto é o que é bom para joelho inchado é se a acupuntura funciona.

Vários estudos mostram que a acupuntura é um complemento eficaz ao tratamento farmacológico em vários problemas que acometem o joelho.

Por exemplo, a artrose do joelho, que é uma das causas possíveis do inchaço no joelho.

Mesmo sabendo que a artrose não tem cura, a acupuntura ajuda a diminuir a dor, levando a uma melhora da mobilidade do joelho, e melhor, sem nenhum efeito colateral.

Leia também: Sofre de dores físicas? saiba diferentes maneiras de controlar sua dor

Conclusão

Como você viu, o inchaço no joelho pode estar relacionado a uma série de fatores, desde um traumatismo direto até uma artrose ou rompimento de ligamentos.

Portanto, independentemente da origem, é fundamental contar com o auxílio de um profissional especializado, que nesse caso é o médico ortopedista de joelho.

Assim, com base nos exames clínicos, ele identifica a causa e orienta quanto ao o que é bom para joelho inchado!