Mastopexia antes e depois

0

A mastopexia antes e após a reconstrução da mama demonstrou ser o procedimento mais eficaz quando comparado a qualquer outro procedimento estético. 

Muitas são as pesquisas sobre essa técnica chamada mastopexia, o que e (e como ela é feita). Devido aos fatos desse método ser especificamente para o levantamento da mama, para a implantação de silicone (ou não) e oferecer uma abordagem natural, pacientes de todo o país optam cada vez mais por esse procedimento.

Como saber se posso fazer mastopexia?

Os pacientes submetem-se a este procedimento cirúrgico de acordo com as recomendações de seus cirurgiões que examinam cuidadosamente as condições dos pacientes e a história médica, para chegar a uma conclusão sobre o plano cirúrgico necessário ou se o paciente irá precisar de uma cirurgia.

O paciente recebe a oportunidade de discutir os resultados esperados da cirurgia durante a consulta com seu cirurgião plástico. 

Consultas pré-operatórias

Essas consultas pré-operatórias são projetadas de forma a esclarecer  como ocorre o procedimento e ajudar os pacientes a tomar uma decisão sobre o procedimento que irão realizar.

É feito o pedido de vários exames pré-operatórios, o cirurgião irá explicar todos os cuidados do pós cirúrgico e tirar todas as dúvidas sobre o procedimento.

Quanto tempo dura a mastopexia antes e depois?

A duração do procedimento e as técnicas utilizadas para reconstruir a mama são dois principais fatores que decidem o resultado da cirurgia. 

A duração da cirurgia é pré-planejada pelo cirurgião e a duração depende do grau de reparo necessário para ser feito. As técnicas de cirurgia reconstrutiva são muito específicas e, portanto, não podem ser generalizadas.

A duração da mastopexia antes e depois difere em relação ao número de complicações que surgem durante o procedimento. 

Complicações cirúrgicas

Isso depende principalmente das complicações que surgem no curso da operação e é decidida com base na extensão dessas complicações.

As complicações podem ser dos procedimentos realizados durante ou dos realizados após a cirurgia.

É essencial que o paciente compreenda as complicações pós-operatórias e os riscos que vêm com elas. 

Essas complicações podem surgir do tipo de implantes usados ou da maneira como os implantes são removidos e substituídos.

Recuperação da mastopexia

A localização e a proximidade da incisão também podem determinar o fator de risco da recuperação. O paciente deve ser capaz de entender os diferentes tipos de complicações que podem ocorrer na cirurgia e como esses fatores podem afetar o processo de cura.

O período de recuperação para a mastopexia varia com base no tipo de implante mamário usado. Quando os implantes salinos são usados, o período de recuperação é geralmente mais longo porque esses implantes são feitos de uma composição à base de água. 

Por outro lado, o silicone é uma das opção mais viável e, portanto, o período de recuperação é significativamente menor.

A única desvantagem de implantes de silicone é que eles não podem ser usados em conjunto com outros métodos, porque o implante serve como uma barreira entre os tecidos que precisam ser separados. Portanto, tem chances de aumentar a separação tecidual também.

É importante ressaltar que os implantes cheios de silicone exigirão um longo período de tempo para curar. Isso ocorre porque o gel de silicone é composto por um gel e uma membrana semipermeável

Que atraí quaisquer detritos ou partículas estranhas que possam ter sido incorporadas no interior do tecido mamário durante a cirurgia. Portanto, a incisão será mais ampla na área do peito onde o implante do gel será colocado.

Voltando para casa

Assim como em qualquer procedimento cirúrgico, é essencial uma boa higiene que é muito importante na recuperação da mastopexia.

  • O paciente será obrigado a evitar tocar na área de incisão, especialmente a pele ao redor. 
  • Em alguns casos, pode ser necessário que o paciente use um sutiã de apoio cirúrgico por várias semanas. Isso ajudará a alcançar uma recuperação mais rápida e menos dolorosa.
  • Além disso, ela também precisará ficar afastada fisicamente da família para minimizar a possibilidade de machucar a incisão cirúrgica.
  • Mães com crianças com síndrome de west expectativa de vida diferenciada, precisam de um cuidado ainda maior pois a criança poderá dar uma convulsão e acabar machucando os pontos sem querer.

Efeitos colaterais

É importante lembrar que um paciente de mastopexia terá que lidar com alguns efeitos colaterais após sua operação. 

Suas incisões permanecerão visíveis por aproximadamente três meses, embora isso possa variar dependendo do tipo de cirurgia, a saúde geral dos pacientes e a natureza do aumento da mama. 

  • Os efeitos colaterais comuns incluem inchaço e hematomas no local de incisão, 
  • uma mudança na cor da pele (geralmente mais leve que a normal) e ligeira dimpling (enrugamento na pele). 

Esses efeitos colaterais geralmente podem ser tratados com medicamentos antibióticos e analgésicos. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.