Cirurgia de catarata: tudo o que você precisa saber sobre o procedimento

0

A cirurgia de catarata envolve a substituição do cristalino embaçado dentro do olho por um artificial. Tem uma alta taxa de sucesso em melhorar sua visão.

A recuperação total da cirurgia de catarata pode levar de 2 a 6 semanas.

Cirurgia de catarata: o que é a catarata?

Catarata ocorre quando o cristalino do seu olho, um pequeno disco transparente, desenvolve manchas turvas.

Quando somos jovens, nossas lentes geralmente são como vidro transparente, permitindo-nos ver através delas.

À medida que envelhecemos, eles começam a ficar congelados, como o vidro do banheiro, e começam a limitar nossa visão.

A catarata afeta mais comumente os adultos como resultado do envelhecimento.

Você precisa de cirurgia de catarata?

Se você tem catarata, a decisão de prosseguir ou não com a cirurgia de catarata é sua.

A catarata geralmente piora lentamente com o tempo. A cirurgia para substituir as lentes turvas é a única maneira de melhorar sua visão.

A decisão de fazer a cirurgia não deve se basear apenas nos resultados do seu teste de visão.

Você pode ter outros motivos pessoais para decidir fazer a cirurgia, como suas atividades diárias, hobbies e interesses.

Você pode optar por adiar a cirurgia por um tempo e fazer check-ups regulares para monitorar a situação.

Não existem medicamentos ou colírios que comprovadamente melhoram a catarata ou evitem o seu agravamento.

Antes da cirurgia de catarata

Antes da cirurgia, você será encaminhado a um oftalmologista especialista para uma avaliação.

Durante a avaliação, diferentes medições serão feitas de seus olhos e de sua visão.

A avaliação é uma oportunidade para discutir qualquer coisa a ver com sua operação, incluindo:

  • sua preferência de lente, como visão de perto ou visão de longo prazo
  • os riscos e benefícios da cirurgia
  • se você precisar de óculos após a cirurgia
  • quanto tempo você levará para se recuperar totalmente

Se você está acostumado a usar 1 óculos para distância e 1 para leitura, o que é chamado de monovisão, pode pedir para continuar assim.

Isso geralmente significa que você terá uma lente de visão próxima ajustada em um olho e uma lente de visão longa ajustada no outro olho.

Como é a cirurgia de catarata?

A cirurgia de catarata é um procedimento simples que geralmente leva de 30 a 45 minutos.

Geralmente é realizada como cirurgia diurna com anestesia local e você deve poder ir para casa no mesmo dia.

Durante a operação, o cirurgião fará um pequeno corte em seu olho para remover a lente turva e substituí-la por uma de plástico transparente.

A maioria das pessoas precisará usar óculos para algumas tarefas, como leitura, após a cirurgia, independentemente do tipo de lente que elas tenham colocado.

Se você tem catarata em ambos os olhos, pode ser recomendado que ambos os olhos sejam tratados no mesmo dia. Este procedimento é conhecido como cirurgia de catarata bilateral sequencial imediata. 

Geralmente é recomendado apenas para pessoas com baixo risco de complicações. O cirurgião discutirá isso com você se esta for uma opção.

Caso contrário, a cirurgia é feita com um intervalo de 6 a 12 semanas para permitir a recuperação de um olho de cada vez.

Benefícios da cirurgia de catarata

Após a cirurgia de catarata, você deve ser capaz de:

  • ver as coisas em foco
  • olhe para as luzes brilhantes e não veja tanto brilho
  • diga a diferença entre as cores

A cirurgia devolve a qualidade de vida e sua autonomia. Se você tiver outra doença que afete seus olhos, como diabetes ou glaucoma, ainda pode ter visão limitada, mesmo após uma cirurgia bem-sucedida.

Leia mais conteúdos como esse na Revista de Saúde em Goiânia

Riscos da cirurgia de catarata

O risco de desenvolvimento de complicações graves como resultado da cirurgia de catarata é estimado em cerca de 1 em 50 casos.

Isso pode incluir:

visão embaçada

alguma perda de visão

retina descolada – onde a camada fina na parte de trás do olho (retina) se solta

A maioria dessas complicações graves pode ser tratada com medicamentos ou nova cirurgia.

Existe um risco muito pequeno – cerca de 1 em 1.000 – de perda permanente da visão no olho tratado como resultado direto da operação.

Leia também: 10 alimentos que são bons para a visão das crianças

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.