Pintura residencial, confira algumas dicas para ficar expert

0

Se você quer mudar o visual decorativo de determinados cômodos da sua casa ou começar a pintar. Porém, não quer investir uma carta grana ou fazer uma reforma, a pintura das paredes ou um desses pode ser uma excelente solução.

Além de ser uma excelente atividade de qualquer um fazer, quando estiver tudo pronto, você ainda irá se orgulhar de fazer uma coisa incrível. Mas para deixá-lo realmente feliz com os resultados, você pode fazer um Cursos de Pintura Online.

Você sabe quando você está se mudando para morar em um lugar novo e quer deixar cada cantinho só seu? Ou quando você está um pouco cansado da decoração e deseja dar aquele brilho no objetivo de melhorar o visual do seu ambiente? Nesta busca, seu forte aliado é definitivamente a pintura da casa. Afinal, com um pouco de cor na parede, a imagem tem o objetivo de transmitir uma excelente imagem.

Mas por mais fácil que pareça, pintar as paredes da sua casa requer diversos cuidados, com o objetivo de seus sonhos não acabarem sendo um completo desastre. Então, se você está dentro dessa jornada pela primeira vez ou tem um passado um pouco sombrio no que diz respeito à pintura, podemos ajudá-lo. Preparamos um artigo cheio de dicas para você colocar “a mão na massa” e te ajudar a alcançar o resultado final desejado.

O local pronto para receber a pintura

Antes de partir para pintar as paredes, existem alguns passos preparatórios que são essenciais para bons resultados. Isso deve sempre ser bem feito desde o planejamento, pois ninguém deseja parar o processo de pintura no meio e acabar com as paredes mal feitas, certo? Aqui está uma lista para você jamais esquecer.

Preste muita atenção às ferramentas

Os profissionais da área geralmente já possuem as devidas ferramentas certas para cada modelo de pintura.

Para quem não trabalha na área, apenas “café da manhã” é normal – 1 pincel, 1 rolo, 1 cabo…  

Mas já dissemos que ter as ferramentas corretas poderá ser um requisito essencial para melhorar suas paredes. Por exemplo, escolher o rolo errado não só criará mais sujeira, mas também afetará a estética das paredes e o resultado final do trabalho.

Na dúvida sobre o que comprar, não deixe de pedir orientação de profissionais, ou faça Cursos de Pintura Grátis e lembre-se de cuidar da limpeza das ferramentas e lavar tudo depois de um longo dia de trabalho. Isso lhes dá uma vida útil mais longa e você certamente pode usá-los em outras pinturas.

Materiais necessários

Esse será o básico, porém muita gente pula essa parte e tende a ter muita dor de cabeça para reformar a casa depois. Você pode separar alguns minutos depois que eles economizarem horas. Vale ressaltar que para pintura residencial, tinta, rolos e pincéis não são suficientes, ou seja, se o objetivo for somente arrumar uma parede mal pintada e móveis cheios de respingos, isso já basta.

Atenção!

Com o objetivo de economizar tempo e dinheiro, escolha as coisas já definidas que deseja comprar. Principalmente na hora de pintar a casa. Já pensou em passar horas olhando catálogos enormes, escolhendo uma cor e depois pintando as paredes que não combinam muito com o seu ambiente? Para ajudá-lo a escapar dessa possibilidade, existem vários simuladores online disponíveis hoje que podem ajudá-lo a visualizar a pintura em uma sala.

Essas tintas são divididas em algumas categorias, como, por exemplo, à base de água e à base de solvente, inodoras para quem tem alergias, fáceis de limpar, à prova d’água e muito mais. Escolha sua peça com base na peça a ser pintada e no uso desejado.

Revestimento de proteção ambiental

Antes de abrir qualquer lata de tinta, proteja adequadamente seus móveis e decorações. Confie, acidentes são fáceis de acontecer e a prevenção sempre será a melhor opção. Se você tiver lençóis velhos, use-os para isolamento. Além de ser algo totalmente sustentável, economiza seu bolso.

Se não tiver lençóis, opte por isolar os móveis com lonas, plástico ou jornal. Para pisos, se possível, escolha papelão, um material que absorve mais rápido, caso a tinta caia no piso. Use fita adesiva para manter o material de proteção no lugar e proteger janelas, portas e rodapés. Claro, jamais se esqueça de remover os espelhos e interruptores antes.

Acabamento: A cereja do bolo

Basicamente, existem 3 tipos de acabamentos para a pintura: fosco, que tende a ser o mais tradicional; acetinado, que é mais usado em ambientes internos; e semibrilhante, que é mais usado em ambientes que exigem limpezas mais frequentes.

Aqui vai uma dica inédita: As tintas minerais são muito versáteis tanto em ambientes internos quanto para o externos. Além de ser resistente ao mofo, possui acabamento fosco e é resistente ao semibrilho. Pode ser uma solução ideal para quem ainda não consegue escolher entre fosco, acetinado ou semi-brilho. Vale a pena tentar!

Inscrição

Você pode ter visto pintores no trabalho. Mas talvez você não tenha prestado atenção na forma como ele passou os rolos na parede, essa técnica é essencial para que sua pintura tenha um melhor acabamento.

A forma mais adequada é que o pintor faça um W, para cima e para baixo, como se estivesse fazendo um W imaginário, e voltar sempre para retocar quando for necessário.